Páscoa 2016

O Compasso Pascal é uma tradição cristã portuguesa que consiste na visita casa a casa de uma paróquia (daqueles que a queiram receber) do Crucifixo de Cristo no dia de Páscoa ou nas semanas seguintes para celebrar a sua Ressurreição.

Um pequeno grupo de paroquianos ou mordomos, com ou sem o seu pároco, liderados por um crucifixo que representa a presença de Jesus vivo, percorre várias casas de outros paroquianos que manifestem a sua vontade de receber a visita de Jesus Ressuscitado no dia de Páscoa. Em cada uma das casas, após uma bênção inicial, os habitantes da casa visitada beijam a cruz de Cristo como demonstração de adoração.

 

A Associação Dos Amigos de São João Baptista – associação juvenil de Coucieiro – disponibilizou-se para manter viva esta tradição, já que este ano não há mordomos.

Como a associação não tem qualquer fundo, só será possível pagar todas as despesas inerentes a esta festa com a ajuda monetária de todos!

Deste modo, apela-se ao contributo de todos os COUCIEIRENSES residentes e não residentes!

logo associação

 

 

 

Operação Floresta Protegida

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realiza, através do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA) e do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), uma ação de sensibilização/fiscalização, junto das populações, nomeadamente sobre a limpeza e remoção da vegetação arbustiva e rasteira inflamável (matos, silvas e vegetação diversa) e a manutenção das faixas de gestão de combustível numa faixa de 50 metros em redor das edificações.
Os proprietários terão até ao dia 15 de maio de 2016 para efetuar a referida limpeza.

 

GNR_Operacao_Floresta_Protegida

 

Mais Informações

 

Ceia Natal 2015

ceia-de-natal-4

No próximo dia 20 de Dezembro, realizar-se-à, como vem sendo habitual, mais uma edição da Ceia de Natal para Idosos e Carenciados totalmente oferecida pela Junta de Freguesia!

A ceia constará de um almoço no salão paroquial com uma ementa tipica da noite de Natal.

As inscrições terão que ser feitas na Junta de Freguesia, até ao dia 16 de Dezembro.

 

Mexidos-do-Natal-Ponte-de-Lima images id_18069_r7 55bc220e48e82

Actividade de Advento – Catequese&Escuteiros

Pelo segundo ano consecutivo, os Grupos da Catequese e Escuteiros de Coucieiro unem-se numa actividade de Advento, com o intuito de sensibilizar as crianças e adolescentes para a importância deste tempo litúrgico e do seu significado.

 

O Advento é um tempo de alegria para os cristãos, caracterizado pela preparação para o nascimento de Jesus. É definido pelas quatro semanas que antecedem o Natal, tendo início no Domingo mais próximo do dia 30 de Novembro, indo até o dia 24 de Dezembro, sendo o primeiro tempo do ano litúrgico.

 

Nesta actividade, Catequese e Escuteiros começaram por pintar um pequeno presépio em cerâmica, construíram o presépio na igreja e ensaiaram e participaram na celebração litúrgica.

 

Fotografias em:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.977954052251289.1073741862.499994716713894&type=3&uploaded=23

 

 

 

 

Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos

A Junta de Freguesia de Coucieiro deciciu comparticipar metade do valor do custo do curso a todos os Coucieirenses que se queiram inscrever!

Inscreve-te já!

Coucieiro.com

DIGITAL CAMERA

De acordo com a Lei n.º 26/2013, de 11 de abril, todas as pessoas que pretendam adquirir, manusear e aplicar produtos fitofarmacêuticos, que abrange insecticidas, herbicidas, fungicidas e outras substâncias utilizadas para proteger as culturas e produções agrícolas, deverão estar devidamente habilitados para o efeito.

Para obter essa habilitação terão de frequentar uma acção de formação sobre “Aplicação de produtos fitofarmacêuticos”.

Esta acção de formação, com duração de 35 horas e um custo de cento e trinta e sete euros (137,00€) é destinada a todas as pessoas que aplicam produtos fitofarmacêuticos e confere Cartão de Aplicador. Este cartão será solicitado posteriormente pelo formando à Direcção Regional da Agricultura e terá um custo adicional de dez euros e cinquenta cêntimos (10,50€).

A entidade formadora oferece, a todos os participantes da acção de formação, o equipamento obrigatório para o manuseamento e aplicação dos produtos, que incluí: fato, máscara…

View original post mais 235 palavras

Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos

DIGITAL CAMERA

De acordo com a Lei n.º 26/2013, de 11 de abril, todas as pessoas que pretendam adquirir, manusear e aplicar produtos fitofarmacêuticos, que abrange insecticidas, herbicidas, fungicidas e outras substâncias utilizadas para proteger as culturas e produções agrícolas, deverão estar devidamente habilitados para o efeito.

 

 

Para obter essa habilitação terão de frequentar uma acção de formação sobre “Aplicação de produtos fitofarmacêuticos”.

Esta acção de formação, com duração de 35 horas e um custo de cento e trinta e sete euros (137,00€) é destinada a todas as pessoas que aplicam produtos fitofarmacêuticos e confere Cartão de Aplicador. Este cartão será solicitado posteriormente pelo formando à Direcção Regional da Agricultura e terá um custo adicional de dez euros e cinquenta cêntimos (10,50€).

A entidade formadora oferece, a todos os participantes da acção de formação, o equipamento obrigatório para o manuseamento e aplicação dos produtos, que incluí: fato, máscara, óculos de protecção e luvas.

Para os agricultores com idade igual ou superior a 65 anos, em 16 de abril de  2013, poderão, em alternativa à realização desta acção de formação, realizar uma prova de conhecimentos (prova com um custo de cinquenta euros (50,00€), já com o cartão incluído).

 

A partir do dia 26 de Novembro de 2015 só poderá adquirir produtos deste tipo, quem possuir o Cartão de Aplicador.

A lei impõe inspecções periódicas por parte dos organismos de fiscalização e o incumprimento das novas exigências leva à aplicação de pesadas coimas, que podem atingir milhares de euros.

 

Os interessados em participar nesta acção de formação deverão fazer a sua inscrição na junta de freguesia de Coucieiro, entregando os seguintes elementos:

– Cópia do Cartão do Cidadão;

– Cópia do certificado de habilitações literárias;

– Pagamento do curso no valor de 137€.

 

Esta acção de formação será realizada em Coucieiro desde que haja, no mínimo, 15 pessoas inscritas.

A prova de conhecimentos também poderá ser realizada em Coucieiro, com o mínimo de 10 pessoas inscritas para o efeito.

As datas e o horário serão acordados posteriormente.

 

Mais informações na Junta de Freguesia de Coucieiro.

 

 

pesticidas4pesticidas3A habilitação adequada de quem compra, manuseia ou aplica produtos fitofarmacêuticos de uso profissional contribui para a salvaguarda da saúde humana e do ambiente e recursos naturais sendo obrigatória a partir de  26 de Novembro de 2015.

 

 

Festa do Sarrabulho 2015

No fim-de-semana de 7 e 8 de Novembro decorreu em Coucieiro a Festa do Sarrabulho.

 

A excelência da gastronomia minhota arrastou um autêntico mar de gente até à freguesia de Coucieiro. Os visitantes chegaram de vários pontos do país (do Porto, de Lisboa, do Alto Minho…), ávidos para provarem os sabores da tradição e degustarem um dos mais apreciados pratos da cozinha regional.

 

Contas feitas, pode-se afirmar com segurança que as expectativas não saíram defraudadas, uma vez que a organização não facilitou e entregou a liderança da cozinha a mãos experimentadas, que dominam com mestria a arte de confecionar um sarrabulho à boa moda do Minho.

 

A atuação das concertinas, na noite de sábado, e o magusto tradicional, na tarde de domingo, ajudaram a abrilhantar a Festa do Sarrabulho de Porco Caseiro, um evento inserido na programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, que tem crescido de forma significativa ao longo dos anos.

 

Aqui ficam algumas fotografias:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.966892010024160.1073741861.499994716713894&type=1&l=22a970a76a

 

Muito obrigado a todos que contribuíram para o sucesso desta festa.

E até para o próximo ano!

Festa Sarrabulho 2015

As papas de sarrabulho são um prato típico da culinária portuguesa. São oriundas da região do Minho, no norte de Portugal.

As papas são confecionadas com sangue de porco, carne de galinha (ou outras carnes brancas), carne de porco, salpicão, presunto, chouriço, cominhos, limão e pão ou farinha de trigo, entre outros ingredientes.

São servidas como sopa ou como acompanhamento dos rojões à moda do Minho, por exemplo. Devem ser consumidas com vinho verde tinto.

As papas de sarrabulho são apenas confecionadas no inverno, uma vez que é nessa altura que se realiza a matança do porco. Para além disso, constituem um prato bastante forte, mais apetecível no tempo frio do Inverno. Por outro lado, o sangue de porco é um ingrediente bastante sensível, com tendência para se deteriorar rapidamente no verão.

Neste próximo fim de semana, a Junta de Freguesia, a Comissão de Festas de São João Baptista, o Grupo de Jovens e a Associação dos Amigos de São João Baptista juntam-se na organização da Festa de Sarrabulho de “Porco Caseiro” em Coucieiro.

 

Não deixem de saborear todas as nossas iguarias caseiras (papas de sarrabulho, pão, rojões, vinho…)!

 

festa sarrabulho

Regulamento do Cemitério de Coucieiro

Na próxima reunião da Assembleia de Freguesia de Coucieiro, será submetido para aprovação o projecto de “Regulamento da Cemitério da Freguesia de Coucieiro”.

Deste modo, promove-se a consulta pública do projecto em causa, pelo prazo de 30 dias.

Os interessados poderão dirigir à Junta de Freguesia, por escrito, as suas eventuais sugestões, dentro do prazo estabelecido, conforme edital abaixo.

001

Projecto “Regulamento da Cemitério da Freguesia de Coucieiro”

 

« Entradas Mais Antigas Recent Entries »